Browsed by
Categoria: Amor de mãe

Histórias dos outros, desabafos, momentos de reflexão e declaração do maior amor do mundo!
Menino ou menina?

Menino ou menina?

Nunca, nunquinha, me imaginei mãe de um menino. Nem naqueles sonhos de adolescente apaixonada, que imagina filhos e uma casinha linda, eu imaginei um menininho no cenário. Para falar bem a verdade, nem nas minhas brincadeiras de criança, tinha bonequinho menino. Portanto, na minha vida adulta, de mãe em potencial, essa vontade não me apareceu também. Na minha primeira gravidez, nem me preocupei muito em pensar nisso. Eu tinha certeza absoluta que seria uma menininha. Por quê? Porque sempre sonhei…

Leia mais Leia mais

Atualizando minha amamentação

Atualizando minha amamentação

3 anos, 3 mês, 1 semana e 2 dias. É esse o tempo que vem durando a minha maior e melhor experiência dessa vida: ser mãe. Minha filhota nasceu em uma quinta-feira, de um dia do calendário que até então eu detestava (17) de um janeiro frio, para não dizer congelante, do inverno canadense. Dia de tempestade de neve, claro! Mas, não foi de parto que eu vim falar, e sim de amamentação. A minha segunda melhor e mais excitante viagem pelos…

Leia mais Leia mais

Amamentar no Canadá: minha experiência

Amamentar no Canadá: minha experiência

3 anos, 3 meses e 1 dia. É esse o tempo que vem durando a minha maior e melhor experiência dessa vida: ser mãe. Minha filhota nasceu em uma quinta-feira, de um dia do calendário que até então eu detestava (17) de um janeiro frio, para não dizer congelante, do inverno canadense. Dia de tempestade de neve, claro! Mas, não foi de parto que eu vim falar, e sim de amamentação. A minha segunda melhor e mais excitante viagem pelos…

Leia mais Leia mais

Adoção não querida

Adoção não querida

Andrea, a adoção é algo que não me interessa.  Essa frase caiu feito uma bomba no meu peito frágil. Doeu tanto, que ele nem pode imaginar quanto. Ouvir aquilo da pessoa que você ama e com quem você está construindo uma família dói, faz mal, magoa e machuca. Não somos um casal com problemas de reprodução, GAD, e não precisamos fazer uso de nenhuma técnica reprodutiva para termos nossa filha biológica. Não passamos por nenhuma fase estressante e angustiante de…

Leia mais Leia mais

Dra Mamãe

Dra Mamãe

Muitas mães não percebem que ao assumir o nome de mamãe, elas vão ganhar também o título de Dra. Mamãe. Sim, porque em algum momento de sua carreira de mãe você vai curar os doentes e os feridos, fazendo curativos com muito amor e carinho. Para tornar o trabalho da Dra. Mamãe mais fácil, você pode criar um kit de primeiros cuidados para bebê. O momento ideal para montar o seu kit é antes da chegada do bebê. Mas, se…

Leia mais Leia mais

Fetos chutam tumor de útero e salvam a vida da mãe

Fetos chutam tumor de útero e salvam a vida da mãe

  Britânica ficou curada de câncer depois que fetos deslocaram tumor com chutes Da BBC Uma britânica que descobriu um câncer durante a gravidez foi salva pelos chutes dos fetos, que expulsaram parte do tumor. Michelle Stepney, de 35 anos, estava grávida de gêmeas quando foi levada para o hospital com um sangramento. No início, os médicos suspeitaram de um aborto, mas logo descobriram que ela estava com câncer cervical e que acabara de expelir um pedaço do tumor do…

Leia mais Leia mais

Estatuto da Criança e do Adolescente completa 20 anos

Estatuto da Criança e do Adolescente completa 20 anos

Em julho de 2010, o ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente completa 20 anos. Nesses anos, tivemos muitas conquistas e tantas outras estamos por alcançar. Ter o dia 18 DE MAIO, instituído pela Lei Federal 9.970/00, como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”, é uma dessas conquistas memoráveis. Esse dia foi escolhido, porque em 18 de maio de 1973, em Vitória–ES, um crime bárbaro chocou todo o país e…

Leia mais Leia mais

Sair sem seu bebê

Sair sem seu bebê

  A primeira vez q saí e deixei minha filha em casa foi pra comemorar aniversário de casamento, durante umas duas horas. Ela tinha 20 dias de nascida. Por que eu fiz isso com um bebê tão novinho? Porque moro distante de minha família (e da do meu marido) e não temos babá – fora o fato de eu não confiar em ninguém. Minha mãe estava passando uns dias conosco (final de uma temporada de dois meses) por conta do…

Leia mais Leia mais

Como amar um feto?

Como amar um feto?

Amar concretamente seu feto não é amá-lo intelectualmente. Aqui, a palavra “concretamente” tem um significado muito mais importante. Você pode adorar estar grávida. Pode amar viver a experiência da gravidez ou até provar de certas vantagens desse estado. Pode, ainda, amar a idéia de se tornar mãe ou de ter um filho. Pode adorar se sentir mulher até o mais profundo do seu ventre. Pode amar os projetos que você elabora na cabeça ao pensar no “nós 2 juntos”. Pode…

Leia mais Leia mais