A mesma tecla, de novo

A mesma tecla, de novo

Podemos bater mil vezes na mesma tecla e eu não mudo. Vivo escrevendo a respeito, lendo, tentando, mas não consigo me organizar. A casa até toma jeito, de quando em vez, fica com cheirinho bom de limpeza, ajeitadinha, mas esse estado de “quase perfeição” não dura.

Já consegui identificar alguns dos meus graves problemas que me impedem de ser a “perfeitinha de Gatineau”, mas minmha ação não é tão rica nem tão ativa quanto deveria para a manutenção do estado de graça da casa e da minha vida no lar.

Querem conhecer meus prós básicos? Voilà!

1. Tenho coisas demais. Acumulo muito pensando que isso pode me servir, posso reciclar, reutilizar, etc. Resultado: coisas empilhadas no quartinho.

2. Acumulo papel. Desde sempre. Fora isso, sou professora. Faço xerox e às vezes, algumas sobram. Jogar fora? Nem pensar! Eu posso usar com outro grupo, não é mesmo? Sim, claro que posso. O único problema é organizar as sobras de 4 turmas diferentes, 120 alunos, anos a fio…

3. Para mim, é tudo ou nada. Se arrumo um cômodo é do começo ao fim. Tiro tudo, seleciono, limpo, arrumo, mudo de lugar, passo o aspirador e limpo o chão. Isso leva tempo, cansa e a vida não pára. Resultado: alguns cômodos levam semanas para serem “limpos”…

4. Só faço quando estou com ânimo. Se não quero colocar nada em ordem, não faço nem amarrada (aí é que não dá para fazer mesmo, né?). Caso seja por motivo de festa ou visita, aí a coisa flui… inevitavelmente. 

One thought on “A mesma tecla, de novo

  1. Caramba! Vc falava sobre vc, ou sobre mim??? rsrsrs…finalmente achei alguém no mundo que se pareça comigo! Fico me sentindo uma alienígena pq todo mundo me critica, especialmente meu marido…hehehe…mas vamos lá, não podemos desistir! Abs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *