Re-organização do closet: 1o passo

Re-organização do closet: 1o passo

Estou em plena re-organização do meu closet. Sim, tenho um daqueles espaços “priveligiados” que são maiores que um guarda-roupa (armário), que uma cômoda, para guardar todo tipo de coisa vestível, acessórios e sapatos, de um casal.

Desde que nos mudamos, cerca de dois anos atrás, ainda não consegui encontrar A forma de guardar minhas roupas e do maridex, das quatro estações do ano, de forma acessível e prática, além de “agradável aos olhos” e com itens baratos. O nosso “closet” é, na verdade, um outro cômodo, em duas partes, com porta de entrada, boa iluminação, mas estrutura já definida: prateleiras acima de nossas cabeças, barras para pendurar os cabides, com carpete.

O difícil é achar material para se encaixar nessa área pré-definida, sem ter que desmanchar/ destruir/ eliminar o que já está no canto, criando gastos. Resolvi incorporar partes, dentro dos espaços que já tinha, mas aí está o grande desafio. Não quero ter que fazer obras, nem ter que gastar uma fábrica de dinheiro para re-estruturar algo. Decidi usar apenas caixas, prateleiras, móveis leves e cabides. Mas, como?

Comecei por eliminar um item importante e que tomava espaço: os sapatos. Eles foram expedidos para um outro lugar que criei, a sapataria (e bolsaria), no sub-solo (depois posto as fotos). Com isso, eliminei 50% do meu problema de espaço e forma de organização. Fora isso, sapatos sujos, cheios de bactérias, num espaço fechado? Na-na-ni-na-não. Os outros 50% eram compostos de muitas roupas –de inverno, de verão -, casacos pesados de inverno, roupas íntimas, blazers, camisas, calças, saias, etc. Tudo!

Primeiro passo: triagem. Tirei tudo, digo TUDO de dentro do closet e coloquei no chão do quarto. (Nada de pôr em cima da cama, porque sei que a triagem vai levar dias e preciso dormir em algum lugar, certo?). Por que? Porque preciso saber tudo o que tenho, separar tudo que ainda cabe em mim, daquilo que não uso a anos, do que vou doar, do que vou vender, do que vou dar para as amigas, daquilo que preciso “incorporar” na diária, etc. Só tendo uma visão do todo para conseguir isso.

Tudo bem, parece que teve um furacão no meu quarto, mas a situação irá melhorar em breve.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.