A mamadeira – de plástico! ECA!

A mamadeira – de plástico! ECA!

Onipresente em nosso cotidiano, o plástico suscita preocupações. O que precisamos saber a seu respeito?

Plástico serve para fabricar uma série de artigos da vida de todos os dias como mamadeiras, garrafas d’água, filme para proteger os alimentos, os depósitos usados para armazenar comida, utensílios de cozinha descartáveis e brinquedos.

A algum tempo, certos estudos têm nos alertado que seu uso apresenta riscos para a saúde, sobretudo para as crianças que tem um sistema imunológico e um organismo em pleno desenvolvimento e, portanto, mais vulneráveis. Mas, qual é a verdade?

Atenção às mamadeiras! O uso de mamadeiras (que eu sigo, mas respeito as mamães que optam por isso) de plástico, mais exatamente em policarbonato, está sendo avaliada. Alguns países, e seus respectivos organismos de saúde, já eliminaram (ou estão em processo de) seu uso devido à presença de uma substância química supostamente nociva para os bebês.

As mamadeiras de plástico contém Bisphenol A (BPA) – um produto químico industrial usado na fabricação do policarbonato. O problema do BPA é que ele poderia ter um efeito no comportamento e no sistema nervoso dos recém-nascidos e dos bebês. Os maiores são expostos ao Bisphenol quando uma mamadeira é submetida a uma alta temperatura. De fato, ao aquecer uma mamadeira ou colocar uma água quente dentro, o BPA pode se misturar ao líquido.

Então, a recomendação é voltar às mamadeiras de vidro, simplesmente, ou verificar todas as mamadeiras da casa e jogar tudo fora se você duvidar que não seja sem BPA.

Falando no mesmo assunto, a Ana Paula escreveu um post excelente no blog dela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *